TV Azteca, do México, e TVN Chile apresentam estratégias de coprodução e aquisições internacionais

O conteúdo audiovisual brasileiro está na pauta de canais do México e do Chile. Na tarde desta quinta-feira (9), a TV Azteca e a TVN Chile participaram de painéis durante o RioContentMarket e falaram sobre coproduções e pré-compras internacionais.

Segundo Fidela Navarro, diretora da mexicana TV Azteca, não há restrições e nem regras sobre a forma de apresentar os produtos. “Se a produtora tiver um bom material, pode vir até nós, não há uma cartilha nem pré-requisitos. Estamos abertos a qualquer formato que tenha potencial para agradar aos nossos telespectadores”, afirma. Fidela falou ainda sobre o crescimento do interesse por séries com temáticas de ação e suspense de narrativas rápidas, direcionadas a públicos variados, e com 80 episódios. “É o que mais tem funcionado para nós, e por isso vamos continuar investindo nesse formato”.

A TVN Chile tem cada vez mais espaço para a ficção. Rony Goldschmied, produtor executivo de ficção do canal, falou sobre o consumo desse tipo de produto. Ele mostrou alguns trechos de coproduções da TV chilena, focadas em narrativas de drama e suspense, e disse que a TVN está aberta para conhecer novos conteúdos brasileiros.

Categorias: Eventos Notícias Riocontentmarket.

Notícias relacionadas